Institucional


Indústria

Recepção de Cana

Para a recepção da matéria-prima a usina conta com um hillo e 02 mesas alimentadoras em série.
Estes equipamentos são responsáveis pela descarga das carretas e distribuição da cana para a alimentação adequada da moenda.
 
Moenda
 
Durante a extração, o caldo da cana é separado da fibra. O caldo é enviado ao tratamento de caldo enquanto o bagaço é utilizado na geração de vapor. Atualmente a usina Diana conta com uma moenda com 06 ternos 30" x 48", possuindo capacidade de moagem de 5.000 ton/dia.
 
Geração de Vapor 
 
O bagaço produzido pela moenda é queimado nas fornalhas das caldeiras, equipamentos projetados para produção de vapor.
A us. Diana possui 03 caldeiras de 21 kgf/cm² em operação, que totalizam 120 ton de vapor/h.Parte deste vapor é utilizada para a movimentação das turbinas da moenda enquanto a outra parte é enviada para a geração de energia.
 
Geração de Energia
 
A us. Diana possui uma casa de força que conta com 02 geradores de 1750 kVA cada, afim de atender a demanda elétrica da empresa.
 
Tratamento de Caldo
 
O caldo extraído na moenda é enviado ao tratamento de caldo. Após removidas as impurezas, o caldo fica clarificado e pronto para ser enviado para a fabricação de açúcar ou etanol.
 
Fabricação de Açúcar
 
Para a fabricação do açúcar, o caldo clarificado é evaporado, eliminando o excesso de água, para se obter o xarope.
Este por sua vez é cristalizado e posteiormente centrifugado, produzindo açúcar e mel residual.
O mel residual é utilizado na fabricação de etanol.
A us. Diana possui capacidade de fabricação de açúcar de 10.000 scs/dia.
 
Fabricação de Etanol
 
O mel residual gerado na fabricação de açúcar é misturado ao caldo clarificado e água, obtendo-se o mosto. Este alimenta a fermentação, processo bioquímico que utiliza microrganismos a fim de converter os açúcares em etanol.
O vinho proveniente deste processo é centrifugado e enviado a destilaria, que separará o etanol da água. A água sai na forma de vinhaça e será utilizada na fertirrigação do canavial.A us. Diana possui capacidade de produção de 220 m³/dia de etanol hidratado e 100 m³/dia de etanol anidro.
 
 

Galeria de Fotos